• qua. fev 28th, 2024

Bioparque Pantanal celebra conquista rara com reprodução de Piranhas em aquário

PorDa Redação

20 out 2023
Piranhas se reproduzem naturalmente no aquário. Foto: Divulgação
Piranhas se reproduzem naturalmente no aquário. Foto: Divulgação

Com imensa alegria, o Bioparque Pantanal anuncia mais uma conquista notável para a comunidade científica no Brasil: a reprodução bem-sucedida de piranhas em um de seus tanques de água doce. Esse marco na história da ciência foi minuciosamente documentado pela equipe do maior aquário de água doce do mundo.

A Diretora-Geral do empreendimento, Maria Fernanda Balestieri, expressou sua satisfação, destacando a importância de cada vida e o compromisso contínuo com o bem-estar dos animais e a preservação de espécies. Segundo Heriberto Gimênes Júnior, biólogo curador do Bioparque Pantanal, testemunhar a reprodução de piranhas em um ambiente de aquário é uma ocorrência extremamente rara. A observação cuidadosa revelou a presença de dois casais, um em cada extremidade do tanque, construindo ninhos e depositando ovos que serão zelosamente cuidados até a eclosão.

Esse processo comportamental envolve a formação de casais, nos quais macho e fêmea nadam lado a lado, executando uma dança de acasalamento, que consiste em um movimento lateral característico. Após essa dança, ocorre a postura dos ovos, que dura cerca de duas a três horas. Posteriormente, apenas o macho assume a responsabilidade de proteger os ovos. Isolado, o macho oxigena os ovos por meio de movimentos circulares, garantindo que a água flua para evitar o desenvolvimento de fungos e a presença de parasitas.

O Bioparque Pantanal adota um modelo moderno de aquários e zoológicos, com uma ênfase significativa na conservação. Até o momento, o parque contabiliza mais de 250 reproduções de 46 espécies diferentes. Desse total, 12 registros são inéditos na comunidade científica global, com nove deles sendo exclusivos no Brasil.