• qua. fev 28th, 2024

Temporada de pesca esportiva movimenta economia brasileira e Pantanal é referência

PorDa Redação

17 out 2023
ba61c33d-0b3e-47bd-b492-096ec0b41768

Durante os meses de outubro a março, a pesca esportiva, movimenta o turismo em diversas regiões do país, gerando emprego e renda para as populações locais. Essa prática esportiva, mais conhecida como “pesque e solte”, não apenas promove a conservação da vida aquática, mas também tem um impacto significativo na economia brasileira.

O Brasil possui um vasto potencial para o desenvolvimento do turismo náutico, com 8.500 quilômetros de litoral e 35.000 quilômetros de vias navegáveis internas. O avanço desse segmento é evidente na movimentação financeira, que cresceu 20%, passando de R$ 634 milhões em 2019 para R$ 761 milhões em 2020.

No Amazonas, um dos estados mais populares para a pesca, o esporte movimenta cerca de R$ 500 milhões em receita direta e indireta, de acordo com estimativa da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur). Na temporada 2021/2022, os pescadores deixaram R$ 120 milhões no estado.

Além do impacto econômico, o Brasil oferece uma variedade de destinos de pesca esportiva. Entre os principais estão:

PANTANAL – Conhecido por sua rica biodiversidade, o Pantanal é um dos destinos mais escolhidos para a pesca esportiva no Brasil. Ele oferece excelentes oportunidades para a pesca de peixes de água doce, como o dourado, o pacu, o piraputanga e o pintado. A região, além de encantar com sua beleza, oferece uma experiência de pesca com águas cristalinas e uma grande variedade de ecossistemas, incluindo rios, lagos e áreas alagadas.

RIO ARAGUAIA – Famoso por suas águas cristalinas é um local privilegiado para a pesca de tucunaré, um peixe esportivo muito apreciado pelos pescadores que praticam o esporte. No Rio Araguaia, além dos tucunarés, os pescadores podem esperar espécies como o piau, traíra e pirarara. O rio banha os estados de Goiás, Mato Grosso, Tocantins e Pará, sendo um destino popular entre os pescadores.

VALE DA SERRA DA MESA – Localizado em Goiás, esse é o maior lago de água doce do Brasil. Em suas águas calmas, o Vale da Serra da Mesa proporciona que os pescadores encontrem espécies de tucunaré, dourado, traíra e outras espécies esportivas. A paisagem ao redor oferece um visual deslumbrante, com formações rochosas e uma incrível vegetação.

LAGO CORUMBÁ – Outra opção para quem gosta de águas calmas, no estado de Goiás, o Lago Corumbá é o destino certo para encontrar tucunaré e outros peixes. Além do tucunaré, o lago abriga outras espécies como o tambaqui, a pirarara e o piau. O cenário ao redor do lago é tranquilo, tornando-o um local atraente para pescadores que buscam relaxamento e boas capturas.

CALENDÁRIO DE EVENTOS – A pesca esportiva no Brasil é um setor econômico em crescimento que contribui significativamente para a economia do país, gerando empregos e atraindo amantes da pesca de todo o mundo para os destinos brasileiros. Para auxiliar nessa promoção, o Ministério do Turismo divulga vários eventos relacionados a pesca esportiva ao longo do ano, no Calendário de Eventos.

No mês de outubro, alguns eventos estão agendados, como: o Circuito Goiano de Pesca Esportiva que acontece no município de Três Ranchos (GO) até o dia 28 de outubro; o XXIX Torneio Internacional de Pesca Esportiva, em Guaíra (PR) até o dia 22 de outubro; o Torneio Municipal de Pesca Esportiva de Alegre em Alegre (ES) até o dia 14 de outubro; e muitos outros.