• qua. fev 21st, 2024

Rotas turísticas estratégicas, Bodoquena, Bonito e Campo Grande têm ‘Wi-Fi gratuito’

PorDa Redação

27 jul 2021
De um total de 117 destinos analisados em todo o país, 87 informaram não ofertar cobertura de sinal de internet aos turistas e população local

De um total de 117 destinos analisados em todo o país, 87 informaram não ofertar cobertura de sinal de internet aos turistas e população local

De forma inédita, o Ministério do Turismo mapeou a disponibilidade de internet pública gratuita em destinos turísticos estratégicos do País. O resultado é que 74% dessas rotas ainda não contam com cobertura de rede pública. De um total de 117 destinos analisados, 87 não possuem Wi-Fi em seus principais atrativos. A falta de planejamento e de estrutura local são os motivos determinantes apontados no levantamento.

Em Mato Grosso do Sul, as principais rotas em Campo Grande, Bonito e Bodoquena, ao contrário da maioria dos outros destinos, dispõem de internet gratuita aos turistas.

A coleta dos dados foi realizada junto aos gestores dos municípios entre os dias 06 de outubro e 11 de novembro de 2020 e evidenciou que a situação das cidades e dos atrativos turísticos ainda engatinha no desenvolvimento tecnológico, apesar de 45% deles ter informado a existência de projeto, ainda não implementado, para disponibilizar internet pública gratuita.

Para mudar esta realidade, os ministérios do Turismo e da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) assinaram, em outubro do ano passado, um acordo de cooperação que vai apoiar políticas públicas de digitalização e inovação para promover o Turismo 4.0 e, assim, possibilitar a transformação de rotas estratégicas em destinos turísticos inteligentes. De forma a impulsionar as atividades, o MTur também prevê outras ações com o Ministério das Comunicações.

A ideia é que a partir deste diagnóstico, o governo federal inicie, ainda neste ano, o suporte à digitalização dos destinos turísticos estratégicos ampliando o potencial de desenvolvimento do turismo nestas localidades. Assim, com apoio do governo federal, caberá aos gestores municipais de turismo a elaboração de planos e projetos para o desenvolvimento de seus destinos e atrativos, melhorando o seu posicionamento e aumentando a competitividade e rentabilidade da atividade turística.

“Em um mundo cada vez mais digitalizado, é essencial que os destinos brasileiros consigam acompanhar essa evolução para melhorarem seu posicionamento frente a outros concorrentes. Primeiro, mapeamos as necessidades e entendemos a realidade do país. Agora, vamos identificar as melhores soluções para cada localidade. O governo federal está empenhado em apoiar estados e municípios a transformarem destinos analógicos em digitais”, destacou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

O secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, William França Cordeiro, enumera benefícios resultantes da conectividade. “Oferecer Wi-Fi de graça em atrativos turísticos é uma ótima ferramenta para alavancar o turismo regional, possibilitando que o turista possa compartilhar imediatamente o momento em suas redes sociais, promovendo o destino de lá mesmo e identificar outro atrativo nas proximidades para seguir seu percurso. Com isso, conseguimos integrar os destinos e contribuir para a melhoria da experiência turística como um todo”, destacou.

DIAGNÓSTICO DA INTERNET – O levantamento da disponibilidade de internet pública considerou as 30 rotas turísticas estratégicas distribuídas em 158 municípios do programa Investe Turismo, que prevê um conjunto de ações para estruturar roteiros estratégicos por parte do Ministério do Turismo, Embratur e Sebrae. E, ainda, as 10 Cidades Criativas do Brasil – título concedido pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

Deste universo de municípios, 117 destinos turísticos de 25 estados responderam aos questionamentos, sendo 116 municípios do Investe Turismo e 1 Cidade Criativa (Santos-SP) – que não integra o Investe Turismo. Apenas dois estados (Piauí e Rondônia) não enviaram nenhuma resposta de seus municípios à pesquisa.

Segundo o diagnóstico da oferta de internet gratuita, a maior parte dos 30 destinos digitalizados, que constituem 26% do total pesquisado, está localizada na região Sul (33%), seguida da Sudeste (23%) e Centro-Oeste (17%). Já Nordeste e Norte representam, cada uma, 4% do total.

Entre os municípios que contam com o serviço gratuito de Wi-Fi, 53% contemplam os principais atrativos locais. Os municípios de Pomerode (SC) e Bento Gonçalves (RS) foram os dois destinos que mais priorizaram a disponibilização de pontos de internet pública em áreas turísticas. Em relação à área total da cidade, em geral, a cobertura do sinal de internet pública gratuita abrange até 5%, sendo que em três municípios (Fortaleza-CE, Itajaí-SC e Blumenau-SC) a cobertura ultrapassa o percentual de 25% da área das cidades.

Além da instalação efetiva da internet, o Ministério do Turismo também buscou verificar a qualidade da prestação do serviço. Assim, em relação à conexão e velocidade da Internet, apenas 36% dos destinos afirmaram atender plenamente a esse quesito, sendo que 40% atendem parcialmente e 17% possuem menor qualidade no serviço – metade dos destinos (15) oferece velocidades de, no máximo, 20Mbps. Outros 7% não souberam informar se o serviço atende às expectativas do público-alvo.

INICIATIVAS – A busca por inovação no setor de turismo, incluindo a transformação digital, foi o foco do 1º Desafio Brasileiro de Inovação em Turismo, promovido em 2020 pelo MTur, MCTI e o Wakalua Innovation Hub – primeiro polo global de inovação em turismo, com a colaboração da Organização Mundial do Turismo (OMT). Quase 800 startups se inscreveram na seleção, e as 10 finalistas foram classificadas para as semifinais da terceira edição da competição global de startups da OMT.

Conheça abaixo os 30 destinos turísticos estratégicos que possuem internet pública gratuita no país

UFMunicípio
ACRio Branco
BASalvador
CEFortaleza
DFBrasília
ESDomingos Martins
ESVenda Nova do Imigrante
MASão Luis
MGBelo Horizonte
MGCongonhas
MSBodoquena
MSBonito
MSCampo Grande
MTCáceres
PASalvaterra
PASantarém
PERecife
PRCuritiba
RJPetrópolis
RSBento Gonçalves
RSCanela
RSGaribaldi
RSGramado
SCBalneário Camboriú
SCBlumenau
SCImbituba
SCItajaí
SCPomerode
SPSantos
SPUbatuba
TOPalmas