• qua. fev 28th, 2024
Celeiro de Belezas naturais, Coxim é destino certo para aventureiros no MS. Foto: Eduardo Bampi

Berço da cultura regional e cenário de episódios da história do Brasil, a Terra do Pé de Cedro ressurge em busca de novos visitantes

Por Fabio Pellegrini, jornalista colaborador

Coxim (MS) – A cerca de 250 km ao norte de Campo Grande, Coxim ressurge no cenário turístico de Mato Grosso do Sul. O destino continua famoso pelas memoráveis pescarias, mas o foco agora é na contemplação da natureza e nas artes.

O acesso é pela BR-163, com grande extensão de pistas duplicadas, intercaladas com três pedágios e boas paradas. Há opções de passeios, hospedagens e pratos deliciosos (especialmente de peixes) para todos os gostos e bolsos.

O município de Coxim localiza-se estrategicamente entre os biomas Cerrado, a leste, e Pantanal, a oeste, tendo a cidade sido fundada no encontro do rio Coxim com o rio Taquari, um dos principais formadores do Pantanal.

Surgiu em 1729 como um entreposto comercial das Monções, expedições fluviais que percorriam mais de 3 mil km entre a Capitania de São Paulo até a vila de Cuiabá, onde a descoberta de ouro em 1719 alavancou um movimento migratório intenso por mais de um século, contribuindo com a consolidação da fronteira oeste do Brasil.

O que não faltam são opções de lazer em Coxim. Foto: Eduardo Bampi

Atualmente com cerca de 35 mil habitantes, Coxim é cidade polo em comércio, serviços, saúde e educação da região Norte de Mato Grosso do Sul, tendo sua matriz econômica na agropecuária, sendo tradicional destino de pesca há décadas.

O ecoturismo e o turismo de aventura são aspirações naturais devido à abundância de recursos naturais preservados, que aliadas aos aspectos culturais e históricos, reposicionam o destino como alternativa para moradores de Campo Grande, Rondonópolis e cidades adjacentes.

Terra natal de Zacarias Mourão, um dos pioneiros da música sertaneja raiz de Mato Grosso do Sul, compositor do hino do Município – “Pé de Cedro” –, e também da dupla sertaneja contemporânea João Bosco & Vinicius, Coxim tem músicos de variados estilos cantando sua história e belezas.

A arte também é manifestada pelo coxinenses por meio de pinturas, esculturas, teatro, dança, literatura, poesia, artesanato e outras vertentes culturais.

Novo momento para o turismo

Nos últimos anos, com o apoio da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul e do Sebrae/MS, por meio do programa Fortalece Turismo, o poder público municipal e a sociedade civil, por meio de seus gestores públicos, empresários e entusiastas, atentos às tendências e ao potencial turístico local, se organizaram e formaram um Conselho Municipal de Turismo atuante e representativo.

O Executivo municipal, por sua vez, revitalizou importantes pontos turísticos. Empresários apostaram na criação, reforma e ampliação de hotéis, restaurantes e atrativos; e empreendedores – atentos às necessidades de mercado que surgiram com a pandemia – apostaram na retomada do turismo interno como alternativa econômica.

Confira o que há para fazer em Coxim:

Remadas contemplativas e de aventura

As remadas estão em alta em Coxim, pelos rios Taquari-Mirim (Riozinho) e Taquari, em caiaques individuais e duplos. Os passeios têm duração variada e divertem toda a família. Para quem curte aventuras mais “nível hard”, há expedições de dois dias e uma noite pelos rios Jauru e Coxim, com acampamento em lugares de paisagem surpreendentes. Os guias acompanham os turistas e passam toda a orientação de segurança, prestando suporte ao longo dos passeios, inclusive com barcos de apoio.

Turistas durante passeio em Coxim. Foto: Fábio Pellegrini

Quem faz:

Coxim Extremo (67) 99862 5545 @coximextremo

Let’s Go Adventure (67) 98444 5657 @letsgoadventurecoxim

Coxim Caiake Adventure (67) 99883 1000 @coximcaiakeadventure

Visitar o Pé de Cedro e o Mural do Kobra em homenagem a Zacarias Mourão

O coxinense Zacarias Mourão foi quem divulgou Coxim para o Brasil dos anos 1960 em diante, com sua famosa composição “Pé de Cedro”, um hit da música sertaneja raiz cantado por intérpretes de todo o Brasil até os dias de hoje (como Luan Santana em sua live no Pantanal).

Zacarias Mourão é considerado um ídolo do gênero musical e a praça pública aonde está plantada a árvore mais famosa de MS (e quem sabe do Brasil) foi batizada com seu nome após sua morte. Em dezembro de 2020 a praça Zacarias Mourão foi revitalizada pela Prefeitura e recebeu uma intervenção artística do renomado artista visual brasileiro Kobra, em um mural de 19,60m de largura por 6m de altura.

Com a homenagem, Coxim passou a constar em um seleto rol de cidades do mundo que têm uma obra de arte dessa magnitude em praça pública. A Praça mantém ainda dois “filhotes” do Pé de Cedro original, além famoso Pé de Cedro plantado pelo poeta e um busto do artista.

Onde fica: Cruzamento das ruas Herculano Pena e João Pessoa, no centro da cidade.

Mural do Kobra na Praça Zacarias Mourão. Foto: Eduardo Bampi

Descansar e apreciar a natureza

O Refúgio Santa Teresa, à margem do rio Taquari-Mirim, oferece área para camping e motor home, serviço de alimentação típica (previamente agendado), canoagem, banho de rio, trilhas em caminhos históricos com observação de fauna e flora.

Refúgio Santa Teresa (67) 99604 9641 @refugiosantateresa

Banho de cachoeiras e piscinas naturais

O córrego Fortaleza, de águas claras e tons esverdeados, nasce nos contrafortes da Serra da Alegria, em Rio Verde, e flui em direção ao rio Taquari formando piscinas naturais e belas cachoeiras, tendo o Balneário 13 de Maio a melhor estrutura, a apenas 5 km de Coxim. Oferece quiosques para day use e camping, serviço de bar e almoço de fazenda (com agendamento prévio), trilhas contemplativas em meio à natureza e produtos típicos da fazenda como ovos, queijo caipira, etc.

Balneário 13 de Maio (67) 99620 6632

À jusante, a “ponte do Fortaleza”, na Estrada Fortaleza-Pantanal é outro ponto do mesmo córrego que aos finais de semana vira a praia de Coxim. Com pequenas cascatas e piscinas naturais, reúne famílias e grupos de amigos. O acesso é livre, por estrada de terra, a apenas 3km de Coxim, no sentido da Estrada Fortaleza-Pantanal.

Balneário 13 de maio é um dos principais atrativos de Coxim. Foto: Fábio Pellegrini

Bóia cross e observação de fauna

O Balneário Canuto, à margem do córrego Canuto, de águas claras, tem restaurante, local para camping e motor home, piscinas com água corrente, avistamento de antas, cutias, catetos, e aves, passeio de bóia-cross e trilhas ecológicas. A apenas 10 km de Coxim, sentido norte (Cuiabá), BR-163 km 742, entrada à esquerda.

Balneário Canuto (67) 99999-8051 @alvarofontourasil

Pescarias

Ainda tem muito peixe nos rios da região, mas você vai precisar de um bom guia piloteiro pois pescar e navegar nesses rios cheios de pedras e bancos de areia é só com os locais, além de depender da época certa, do tempo bom, da isca adequada, e de pequenos truques. Não esqueça que o colete salva-vidas é obrigatório em embarcações motorizadas.

Osmar da Cabana (67) 99606 9556 @cabana2060

Trilha Pantanal Coxim

De 12 a 16 de fevereiro, 60 veículos off road partem para uma imersão no Pantanal do Paiaguás, em um desafio que mistura adrenalina e diversão em meio a corixos e vazantes. O evento já está na 10ª edição e reúne amantes do off road de todo o Brasil e de países vizinhos. A TPC também organiza excursões para pequenos grupos até Corumbá e Porto Jofre, no Mato Grosso, mas pelo “meião” do Pantanal.

TPC//MS (67) 99669 1930 @aristol_cotini

Trilha de Motos

Onça, Pedra Lascada, Dedo Quebrado, Lobo, Guidão Quebrado são algumas das trilhas com percursos desafiadores percorridas pelo grupo liderado pelo Véio Zé Vaz, que totalizam cerca de 60 km nas serras da região. Apenas para quem tem experiência, a motocicleta apropriada e equipamentos de segurança.

Trilheiros da Tribo do Véio Zé Vaz (67) 99914 2552 @trilheirosdatribodoveioze

Passeio de Chalana pelo Rio Taquari

Um passeio calmo pelas águas serenas do rio Taquari em uma típica embarcação pantaneira, ouvindo música regional e boas histórias sobre Coxim, com parada para banho nas águas claras do córrego Fortaleza.

South Pantanal Tours (67) 99959 6678 @southpantanaltours

Letreiro das Monções

Laje natural à margem esquerda do rio Coxim com inscrições deixadas pelos navegadores das Monções do século XIX, na qual escreviam a data e os nomes de suas expedições da época do Império. O sítio histórico é protegido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e fica a cerca de duas horas de barco à montante do rio Coxim, na Cachoeira do Quatro Pé.

Letreiro das Monções deixado por navegadores. Foto: Fábio Pellegrini

Pedal

Outra prática esportiva praticada por 5 de cada 10 moradores de Coxim é o mountain bike, inclusive o município sediou algumas etapas do circuito estadual por vários anos. Se você é praticante, vale a pena levar sua bike para fazer um city tour ou conhecer os atrativos.

Não faltam opções de percurso para quem curto pedalar. Foto: Eduardo Bampi

Casa do Artesão

O melhor da produção local, com objetos decorativos e utilitários feitos com carinho por artesãos da terra, que se inspiram nas belezas naturais da região em seu processo criativo. Localiza-se na esquina das ruas Filinto Muller com Antônio de Albuquerque, em um casarão de época aonde antigamente funcionava a Prefeitura Municipal. O atendimento é de segunda a sexta, das 7h às 13h.

Cristo Redentor do Pantanal

Local de devoção religiosa e contemplação, com uma réplica de 20m de altura do monumento do Rio de Janeiro, construído por iniciativa de dois amigos empresários da cidade, devotos do Cristianismo. Localiza-se em um morro no início da estrada Pantaneira. Uma escadaria de mais de 430 degraus leva ao ponto aonde o Cristo recebe os visitantes de braços abertos e abençoa a cidade de Coxim. O acesso é gratuito e os únicos pedidos dos proprietários são para que os visitantes mantenham o local limpo e respeitem a natureza. Há ainda trilhas no morro que levam a mirantes do poente do Rio Taquari. Quem opta pelas trilhas deve fazer acompanhado de guias locais.

Centro de Atendimento ao Turista – (67) 3291 1143

Cachoeira das Palmeiras

Um dos cartões postais mais reverenciados de Coxim, onde o rio Taquari se espraia por um trecho largo em degraus formando uma bela paisagem, aonde o fenômeno da migração dos peixes em sua época de reprodução – a piracema – pode ser admirado com os saltos de belos exemplares de piaus, piraputangas e até mesmo dourados. Ao longo de décadas gerações de pescadores de todo o Brasil passaram por ali, e o local foi eternizado nas páginas da revista Veja em 1979, mostrando a abundância dos recursos pesqueiros à época. O local oferece hospedagem, área para camping, serviço de guia de pesca, bar e restaurante. Fica a cerca de 30km da cidade de Coxim pela BR-163, sentido Norte.

(67) 99648 4952

www.cachoeiradaspalmeiras.com.br